5 formas para melhorar o treino de ombro

Será que você está fazendo o máximo possível para os seus ombros crescerem? Mesmo que você não queira ter ombros largos e que lembram uma bala de canhão (que duvido muito), esta parte do músculo é o principal na maioria dos exercícios para peito. Em outras palavras: negligencie este músculo e você estará direta e indiretamente prejudicando o treino de peito, sem contar o aumento no risco de lesões. Com isto em mente, veja 5 dicas simples e rápidas para extrair o máximo do seu treino de ombros.

1 – Não esqueça do deltoide posterior. 

Relaxar a parte posterior (de trás) no treino para ombros poderá gerar desarmonia entre os lados o que consequentemente causará lesões. Tenha certeza de incluir pelo menos um exercício voltado para esta parte do ombro em seu treino. Exemplos: elevação lateral curvada com halteres ou no crossover.

2 – Ombros não são especiais. 

Este grupo muscular é tão importante como qualquer outro, o fato dele ser pequeno não cria a necessidade de usar técnicas específicas (e geralmente mirabolantes) como usar apenas exercícios em máquinas, isoladores ou treinar unicamente com repetições altas. Usar exercícios compostos e visando o progresso de cargas é tão importante para os ombros como para qualquer outro grupo muscular.

3 – O desenvolvimento é o “agachamento” dos ombros. 

Usar o desenvolvimento no treino de ombros é tão essencial como usar o supino para peito ou agachamento para pernas. Tenha certeza de incluir pelo menos uma variação do desenvolvimento em seu treino. Exemplos: desenvolvimento com barra sentado ou em pé, com halter, etc..

4 – Cuidado com interferências. 

Ou seja, evite treinar ombros um dia antes ou um dia depois do peitoral, isto fará com que você treine ainda fatigado o que prejudicará a recuperação. Na “pior” das hipóteses, é melhor treinar ombros no mesmo dia do peito do que em dias consecutivos.

5 – Menos é mais. 

É muito comum ver pessoas fazendo variações de elevação na tentativa de “atingir o músculo de todos os ângulos possíveis”. Os ombros são usados indiretamente em quase todos os movimentos da parte superior do corpo, portanto trata-se de um grupo especialmente sensível ao alto volume de treino. Tenha certeza de não treinar ombros mais do que duas vezes por semana e não usar mais do que três exercícios.

*Se você veio até aqui em busca do segredo que estava faltando para fazer seus ombros crescerem rápidos, mil desculpas pelo constrangimento. Apesar de simples, a correta aplicação destes cinco itens realmente podem ser a solução para ombros que não querem evoluir. E mesmo que algumas (ou todas) forem contra as suas crenças, dê uma chance honesta às dicas e veja como seu corpo vai reagir. Faça um teste.

***********

Obrigado pela leitura, espero que tenha gostado.  Perguntas bem-vindas nos comentários abaixo.

Se você está interessado em diretrizes práticas sobre como configurar sua dieta para que você não se engane com nenhum desses erros, então você pode obter meu guia completo de configuração aqui.